Notícias
 
( 31/07/2018 ) Ecologistas denunciam retrocessos ambientais em evento de consumidores
 

Iniciado na primavera de 2017, o Festival das Estações da cooperativa de consumidores Ecotorres, no Litoral Norte/RS, fechou o primeiro ciclo na tarde de sábado, 28 de julho, com Renata Reis retratando o inverno. Além da artista plástica, o encontro foi marcado pela fala de duas ecologistas.

Sandra Jussara Mendes Ribeiro, da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), classificou como retrocesso o Projeto de Lei 6.299/2002, que visa flexibilizar a Lei dos Agrotóxicos. De 1982, essa lei foi projetada com a participação de nomes históricos do ambientalismo gaúcho, como Sebastião Pinheiro, Augusto Carneiro, José Lutzenberger, Hilda Zimmermann, Magda Renner, Giselda Castro e Flávio Lewgoy. Entre outras medidas, proíbe o uso de agrotóxicos já banidos dos países em que foram criados.

Coordenadora destaca missão socioambiental da cooperativa

A coordenadora da Ecotorres, Maria de Lourdes Fippian, ressaltou a missão socioambiental da cooperativa. “Nossa proposta não é ingênua, não é comer comidinha limpa, sem agrotóxico. Tem a ver com nossas escolhas, que determinam o que vai acontecer com nosso planeta”.

Ao lembrar a história da loja, Lu disse estar feliz pelo espaço receber artistas locais, e que deseja que as paisagens continuem a ter pássaros, como na arte de Renata, que seja preservada a água e o ambiente. Nas edições anteriores, as estações foram retratadas por Carolina Salles (primavera), Jorge Herrmann (verão) e Roni Dalpiaz (outono).

Conselheira da Agapan questiona acesso asfaltado na Guarita

Em sua fala, Sandra destacou a importância de Torres para a Agapan e o legado de ambientalistas que por muitos verões se reuniram na casa de Hilda Zimmermann, no início dos anos 1970. "O Parque da Guarita e o Parque da Itapeva não existiriam se não fosse Lutzenberger, e agora soube que querem abrir uma rua asfaltada dentro do parque!". Sandra questionou em que base a obra está sendo proposta, quais estudos de impacto ambiental foram realizados e por quem.

Cooperativa completa 18 anos

Fundada no final de 1999, a Cooperativa de Consumidores Ecotorres abriu as portas de um modesto ponto de venda no início do ano 2000. A ideia teve o apoio das ONGs Centro Ecológico – que realizou o primeiro curso de agricultura ecológica na região, em 1991, da Onda Verde e da cooperativa de consumidores de Três Cachoeiras, a Coopet. Diversas lideranças locais, professoras, bancárias, profissionais liberais, queriam ter um lugar para comprar os orgânicos produzidos nos municípios vizinhos, mas que eram vendidos somente na então Feira da Coolmeia em Porto Alegre.




 



   
 

Cursos

21/11
Curso Princípios Básicos em Agricultura Ecológica


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br