Notícias
 
( 08/03/2017 ) MMC luta pelos direitos previdenciários das mulheres e homens do campo
 

A garantia dos direitos previdenciários foi o tema destacado pelo Movimento de Mulheres Camponesas na programação do Dia da Mulher em Torres, Litoral Norte/RS. Depois de uma fala da professora Maria de Lourdes Fippian no Centro de Referência da Mulher, as mulheres caminharam por cerca de meia hora com cartazes e faixas até a Praça 15 de novembro, no Centro da cidade. No trajeto, a agricultora Jurema Justo Mengue distribuiu nas lojas, cafés, farmácias e padarias, mais de 200 panfletos com informações sobre as principais mudanças no campo com a PEC 287:

-A idade mínima das mulheres passa de 55 para 65 anos. Dos homens, de 60 para 65;
-A contribuição no bloco de produtor(a) rural passa de 15 para 25 anos e cada membro da família deve contribuir mensalmente com R$ 45 reais;
-A pensão por morte terá corte de 50% no valor e não será mais vitalícia;
- O valor da aposentadoria será desvinculado do salário mínimo
- O trabalhador ou trabalhadora rural que não conseguir comprovar a contribuição de 49 anos só poderá se aposentar aos 70 anos, com meio salário mínimo.

Conforme a dirigente, o pessoal recebeu bem , parabenizando e bastante curiosos pela manifestação. Jurema faz parte da coordenação nacional e estadual do MMC. No Litoral Norte, integra o Filhas da Terra, um dos 15 grupos do movimento na região, com mulheres da comunidade de Morro Azul, município de Três Cachoeiras.


   
 

Cursos

22/5
Assembleia da Rede Latino-americana da Terra do Futuro


 

Ipê-Serra - Rua Luiz Augusto Branco, 725 - Bairro Cruzeiro / Cep: 95.240-000 / Ipê - RS / Fone: 0xx (54) 3233.16.38 / E-mail: serra@centroecologico.org.br
Litoral Norte - Rua Padre Jorge, 51 / Cep: 95.568-000 / Dom Pedro de Alcântara-RS / Fone/fax: 0xx (51) 3664.02.20 /E-mail:litoral@centroecologico.org.br